domingo, 15 de maio de 2011

Quinhentos volumes, três palavras

Yoo minna! Hoje vim trazer para vocês um conto que eu achei muito bonito.É de um livro da minha mãe do contos (XD) de vários lugares do mundo. Se chama "Os Grandes Contos Populares do Mundo", é um tanto grande o título mas é muito bom o livro.
Esse que eu trouxe é um conto japonês, e se chama "Quinhentos volumes, três palavras"(título) espero que gostem!


Quinhentos volumes, três palavras

  Conta-se que na Pérsia vivia um rei e nome Zemir. Coroado bastante jovem, ele achou que precisava de instrução. Reuniu à sua volta numerosos eruditos provenientes e todos os países e pediu a eles que editassem para seu uso a história da humanidade.
  Todos os eruditos se concentraram nesse trabalho. Vinte anos se ocuparam na edição do livro. Finalmente foram recebidos no palácio, carregados de quinhentos volumes acomodados no dorso de doze camelos. Orei Zemir já passara dos quarenta anos.
  - Estou velho - disse ele - Não terei mais tempo de ler tudo isso antes da minha morte. Nessas condições, por favor, preparai-me uma edição resumida.
  Por mais vinte anos, trabalharam os eruditos na feitura dos livros e voltaram ao palácio com três camelos apenas.
  Mas o rei envelhecera mais ainda. Com sessenta anos, sentia-se meio alquebrado:
  - Não me será possível ler todos esses livros.Por favor, fazei-me deles um versão ainda mais resumida.
  Os eruditos trabalharam mais dez anos. Voltaram depois ao palácio com um elefante carregado de suas obras. A essa altura, com setenta anos e quase cego, o rei não podia mesmo ler. Mesmo assim pediu ele uma versão mais resumida ainda. Os eruditos também tinham envelhecido. Concentraram-se por mais cinco anos e, momentos antes da morte do monarca, voltaram com um só volume.
  - Morrerei, pois, sem nada conhecer da história do homem - disse ele.
  À sua cabeceira, o mais idoso dos eruditos respondeu-lhe:
  - Vou explicar-vos em três palavras a história do homem: o homem nasce, sofre e finalmente morre.
  E foi nesse exato momento em que o rei expirou.

Tradução: Flávio Moreira da Costa
Fonte: "Os Grandes Contos Populares o Mundo", 2ª reimpressão, Editora: Ediouro 


Kissu o/

Um comentário:

  1. nyanya~ História realmente bonita *-*, bem estlo japonês mesmo -q >_<

    ResponderExcluir